Selo brasileiro na bienal do Rio de Janeiro

quarta-feira, 31 de agosto de 2011



Amanhã(01/09) começa a bienal de livros do Rio de Janeiro. Todo mundo animado?
Aproveitando essa animação, os autores do Selo Brasileiro convidam para a festa que vai estar rolando por lá. Isso mesmo, FESTA!
Os autores do selo estão preparando uma grande festa para o evento, com direito a estande decorado, fantasias e muita animação. Além de brindes que serão sorteados entre os leitores que os prestigiarem.



Não conhece o selo brasileiro?
O Selo brasileiro é um projeto criado por um grupo de autores nacionais para divulgar literatura e cultura no país. O Brasil ainda é um país de poucos leitores e os brasileiros que lêem não tem muito acesso a literatura nacional atual, porque a maioria das editoras prefere investir em livros estrangeiros. Então para fazer com que a boa e nova literatura chegue a sua casa, vários autores resolveram se juntar  para criar o Selo e incentivar a leitura de livros nacionais.

E que tal agora você leitor, incentivar e prestigiar os nossos autores?

Selo Brasileiro estará presente no estande da Above (Estande P32, pavilhão verde) nos dias 02 e 03 de setembro (sexta e sabado). 
Se você for a bienal, apareça no estande, autografe seus livros, tire fotos ou bata um papo com os autores. 

Os autores confirmados são
Liana Cupini - Estigmas da luz; Antes tarde que mais tarde
Ana Paula Bergamasco - Apátrida
Allan Pitz - A morte do cozinheiro; Um peixe de calça jeansEstação jugular
Marcos Bulzara - O arquiteto do esquecimento
Márcio Scheibler - Irresistivelmente fatalCicatrizes de um segredo
Carol EstrellaGarota apaixonada em apuros
Fábio Guolo - Draco Saga
Babi Dewet - Sábado a noite
Luciane Rangel - Trilogia Guardians 
Bianca Carvalho - Jardim de escuridão
Mare Sores - Chantilly 
Larissa Siriani - As bruxas de oxford; Toda garota quer

Não se esqueçam: Dias 02 e 03 de setembro, no estande da Editora Above. 
 Estande da Editora Above
Mapa do estande (P32, pavilhão verde)

Quem não for na bienal, pode ajudar na divulgação. Basta divulgar a seguinte frase no twitter:

Venha participar da festa de autógrafos do @selobrasileiro nos dias 2 e 3/09 no estande da editora Above.Participe: http://migre.me/5yKyv

#EuamoaNovoConceito

"Dos amores humanos, o menos egoísta, o mais puro e desinteressado é o amor da amizade." (Cícero)

Eu poderia contar minha feliz história de parceria com a Novo Conceito para expressar o meu amor pela Editora. Mas pelo que eu vejo, a atenção, carinho e dedicação da Editora não é privilégio meu, é a forma de trabalhar da Novo Conceito e ocorre com todos os parceiros, logo, não vou falar do que todo mundo já sabe. A Novo Conceito não é uma editora que tem parceiros, é uma editora que tem amigos!
Mas eu posso dizer que essa dedicação aliada ao ótimo trabalho que a Novo Conceito faz com os livros, tanto na parte gráfica quanto a divulgação e os kits lindos, são um dos motivos de eu ter me apaixonado pela Editora como um todo: Livros e equipe.
Qualquer outra coisa que eu diga é redundante, então vou me aproveitar de alguns trechos de livros publicados pela Novo Conceito, que tão bem descrevem o amor.

"Um dia vamos nos encontrar. Eu acredito nisso com todo o meu coração. Até que esse momento chegue, eu quero que você mergulhe em busca dos seus sonhos. Eu quero que você confie no seu coração. Eu quero que você viva por amor."

"Confie em seu coração
se os mares explodirem em chamas
(e viva pelo amor
mesmo que as estrelas se movam para trás)"

"O amor é frágil, Ronnie. E nem sempre cuidamos dele muito bem. A gente se vira e faz o que pode, e torcemos para que essa coisa frágil, sobreviva apesar de tudo."

"As vezes é preciso se afastar das pessoas que você ama, mas isso não quer dizer que você os ama menos, as vezes, você ama ainda mais."

" - Eu amo você - sussurrei. Embora esperasse ouvir as mesmas palavras de Savannah, o que mais importava era saber que o amor era meu para dar, sem condições ou expectativas."

"Eu me apaixonei por você, mas acima de tudo, te conhecer me fez perceber o que realmente o realmente significa amor."

"Aprendi que amar não significa estar junto, mas sim querer ver a pessoa feliz, mesmo que isso custe a sua felicidade."


"Não poderia descrever adequadamente a intensidade do que estava sentindo naquele momento. Amor, raiva, tristeza, esperança e medo, juntos em um redemoinho, intensificados pelo nervosismo que tomava conta de mim. Jamie me olhava com curiosidade, e a minha respiração acelerou também. De repente, eu sabia que nunca havia sentido algo tão forte por outra pessoa como acontecia naquele momento."


Pra terminar, fiz um vídeo simbólico que traz alguns dos porquês de eu amar a Novo Conceito.


#EuaNovoConceito

As crônicas da Terra do Lago - Iracy Araújo

domingo, 28 de agosto de 2011





Autora: Iracy Araújo
Editora: Novo Século (Novos Talentos da Literatura Brasileira)

Quíron, o primeiro-ministro, mantém o reino da Terra do Lago em equilíbrio e prosperidade. Rei Darel está feliz com o nascimento da princesa Diana, sua única ­filha e herdeira. As sombras do exército de Magnus, o impiedoso, avançam sorrateiramente sobre a cidade conquistada pelas mãos do sanguinário invasor. Na calada da noite, Quíron consegue fugir do castelo com sua fi­lha Selene e a pequena Diana, salvando a princesa da morte certa. Conseguirá o fi­el ministro mantê-la a salvo da tirania de Magnus?






Quando o tirano Magnus invade a Terra do Lago, o rei Darel toma uma atitude visando proteger sua filha, a princesa Diana. Ele entrega a menina aos cuidados de Quiron, primeiro-ministro do reino, e pede que o mesmo fuja e proteja a menina até que ela tenha idade de tomar o reino de volta. Quiron então foge com Diana e com sua filha Selene. Ao se refugiar em uma cabana, Selene se depara com o mago Gabriel e se muda com ele para o castelo de Alvendir a fim de desenvolver suas habilidades na magia e promete voltar para buscar e proteger Diana.

As crônicas da Terra do Lago já me chamou a atenção por essa capa linda, e conquistou de vez com a história (apesar de ser suspeita pra falar, pois sou fã de literatura fantástica)
O livro é o primeiro de uma série, e nesse volume somos apresentados ao reino da Terra do Lago, ao reino de Alvendir, e aos personagens Selene, Diana, Quiron, Magnus e o mago Gabriel, que são os principais da história no primeiro livro.

Quando Magnus toma o reino da Terra do Lago, o rei Darel pede a Quiron que fuja e deixa sua filha em segurança. Magnus, ao não encontrar a princesa começa uma busca sem precedentes atrás da menina, já que ela é a única que pode um dia reivindicar o reino.

Apesar da premissa ser sobre a princesa Diana voltar a reinvidicar o trono da Terra do Lago um dia, o foco do livro é em Selene, a jovem aprendiz de magia. Quando Selene se muda para Alvendir fica claro que uma das suas missões é proteger a princesa, mas para isso ela precisa aprender toda arte da magia e desenvolver todas as suas habilidades.

Selene é uma jovem um pouco desconfiada no começo, mas é interessante acompanhar todo seu amadurecimento durante o livro e ve-la se transformar em uma jovem responsável, forte e decidida.

Outra coisa interessante de acompanhar são os cenários descritos. É uma verdadeira viagem por um mundo novo e fantástico, com castelos, guerreiros e todas aquelas paisagens à la Tolkien.

Por ser o primeiro livro, o livro não tem tanta ação. É um pouco mais descritivo, onde somos apresentados aos reinos e aos personagens, bem como a história de cada um. É como uma introdução para quando começar a ação de fato, já estarmos familiarizados e a par do porquê de tudo.

O livro tem 142 páginas, então a leitura e rápida. A história é narrada em terceira pessoa, o que é bom porque tem vários personagens, e se a narração fosse em primeira pessoa, acabaria perdendo um pouco dos detalhes dos outros lados da história.
Apesar de pouca ação, as partes em que ela acontece são muito bem descritas. As guerras e as lutas nos deixam apreensivos e torcendo pelos personagens.

O livro é mistura de fantasia, aventura, magia e guerra. O final deixa várias situações em aberto, o que só aumenta a ansiedade pelo próximo volume.
Pra quem gosta de literatura fantástica, As crônicas da Terra do lago é super recomendado.

Lendo Linda #3

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

O Lendo Linda é um post-meme que vai estar hospedado pelo Blog Silêncio Que Eu To Lendo. Porque toda Blogueira que se prese tem seus truques de beleza. E esse é o espaço para dividir dicas. Uma mistura de o que você está lendo com um pouquinho de glamour. E você? O que está lendo, Linda?


Lendo: Tristão e Isolda
Na verdade, terminei As Crônicas da Terra do Lago e no momento não estou lendo nada.  Tristão é Isolda é o que eu vou começar a ler agora.
Esta é uma das mais belas histórias de amor e aventura de todos os tempos. Suas origens se perdem no tempo e remontam às narrativas orais dos povos celtas. A história desse amor intenso e proibido entrou definitivamente para a literatura quando, no século XII, foi escrita em forma de poesia. Diversos autores a trataram: Thomas, Béroul, Gottfried de Estrasburgo, Bédier, entre outros. Helena Gomes nos apresenta aqui sua versão criteriosa, contemporânea e instigante, feita a partir dos textos originais.


Dica: T-Shirt
As T-shirts dominam 90% do meu guarda-roupa, motivo pelo qual não falar sobre a peça especifica.
Então, a dica de hoje vai ser de um ótimo lugar onde comprá-las.
O site Camiseteria é especializado em camisetas e é onde eu sempre costumo comprar.
Tem vários modelos(camiseta, baby-look, long baby-look, polo, regata, entre outros)  e estampas e a qualidade do tecido é ótima. A entrega é rápida e vem em uma embalagem toda caprichada, com direito a saquinho e balas personalizadas da marca. Além do atendimento que é nota 10 (já precisei utilizar o SAC e foram super atenciosos e  rápidos).
Além dos modelos prontos, também tem a opção de enviar uma estampa e votar nas estampas enviadas por outras pessoas. As mais votadas são produzidas e vendidas no site e o autor ganha prêmios em dinheiro e bônus em compras na loja.
 Na foto, estão as camisetas que eu já comprei lá, tentei tirar a foto da estampa, então não dá pra ver o modelo da camiseta. Mas você pode conferir tudo no site: http://www.camiseteria.com/

A janela de Overton - Gleen Beck

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Autor: Gleen Beck
Editora: Novo Conceito

Noah Gardner é um executivo de relações-públicas inteligente, bonito e protegido dos problemas do mundo graças à riqueza e ao poder do pai. Mas tudo isso muda quando ele conhece Molly Ross, uma jovem bela e engajada em ideais políticos, que é consumida por saber que os Estados Unidos que conhecemos estão em vias de se perder para sempre. Ela e seu grupo de patriotas juraram relembrar o passado e lutar pelo futuro - mas Noah, convencido de que são apenas um bando de conspiradores equivocados, não está interessado em emprestar seus consideráveis talentos à causa deles. Quando Molly convida Noah, em uma sexta-feira à noite, para um encontro com as organizações de 'resistência', que por um momento, ele acredita que vai atingir seus objetivos, porém, na verdade, o encontro torna-se o ponto de partida para revelações que mudariam toda a concepção de sua vida e de seu país.



A Janela de Overton é um livro que mistura ficção e realidade.
A ficção fica por conta da história de Noah, um empresário das relações públicas e a sua relação entre Molly, uma ativista da 'resistência' e Arthur, seu pai e dono da empresa onde trabalha.
A parte da realidade é difícil citar, afinal lendo o livro não dá pra saber exatamente quais fatos são reais e quais são fictícios.

A Janela de Overton é um livro que nos faz pensar. A grande questão do livro é: E se? No meio de várias teorias de conspiração e de vários 'se', ele nos faz questionar várias situações.
O livro tem um forte apelo politico, trazendo a tona vários episódios da politica e história dos Estados Unidos. Ato patriota, New deal, e até a constituição americana são citados no livro. Essas partes são todas explicadas em notas de rodapé, então não é confuso.

" - Isso se chama Janela de Overton. Meu pai roubou o conceito de uma 'usina de ideias' do Meio Oeste; é uma maneira de descrever o que a opinião pública está disposta a aceitar em um determinado momento em relação a uma questão qualquer, para que se decida qual é a melhor maneira de manipulá-la a aceitar o que se quer." Pág. 182

Ou seja, A janeae de overton é pegar uma ideia que normalmente não seria aceita pela opinião pública e promove-la de forma que as pessoas a considerem como a opção correta. Mais ou menos como a moda, por exemplo. Determinada coisa que você não usaria normalmente é promovida pela midia e de repente todo mundo está usando. Mais ou menos isso. Só que no caso do livro esse conceito é aplicado mais no lado politico.

O livro é recheado de teorias de conspiração, mas a história é contada usando como base a vida dos personagens. Então tem muito mistério, suspense e romance, o que tira toda a carga pesada do livro. É narrado em terceira pessoa, o que nos permite ver todos os lados da história, já que cada personagem tem um ideal diferente.

A Janela de Overton nos instiga a pensar , questionar, rever conceitos e até analisar alguns fatos que normalmente não prestamos muita atenção. Inclusive, lendo o livro, você se questiona se o autor está usando o conceito de janela de overton pra nos fazer acreditar nas coisas que ele quer que acreditemos.


"E a pergunta seguinte que vocês tem de fazer é: 'No que eles estão tentando nos transformar?'. Em um país melhor, mais forte, mais livre? Ou em um lugar repleto de gente cada vez mais fácil de controlar, fácil de subjugar?"

No posfácio, o autor traz uma lista do que realmente é fato real, bem como alguns endereços para quem desejar fazer uma pesquisa mais completa.

Apesar dos fatos estarem relacionados com os EUA, dá pra encaixar algumas teorias com a nossa realidade e ponderar sobre várias situações que acontecem.
É um livro pra se ler com a mente aberta. Não da pra ler e sair achando que tudo ao redor é uma conspiração, mas também não dá pra ler e não acreditar que várias coisas realmente acontecem. E aí que volta a grande questão: E se?

É um livro intrigante e instigante, que me surpreendeu positivamente e me fez pensar criticamente sobre vários assuntos. 

Não acredite em tudo. A verdade está além da janela.

Caixa de correio #11

terça-feira, 23 de agosto de 2011




Livros citados:
As Crônicas da Terra do Lago - Iracy Araújo (Novo Século)
A Pirâmide Vermelha - Rick Riordan (Intrínseca)

Pessoas citadas:

Resultado da promoção Anna e o beijo francês

domingo, 21 de agosto de 2011

Oi gente.
Hoje trago o resultado da promoção do kit Anna e o Beijo Francês em parceria com a Editora Novo Conceito.
Foram 247 entradas e quem vai levar o kit pra casa é:


Parabéns Andressa!

Já enviei um e-mail para a ganhadora. Caso ela não entre em contato em até 48 horas, farei outro sorteio.

Bjo e obrigado a todos que participaram.

As bruxas de Oxford - Larissa Siriani

sexta-feira, 19 de agosto de 2011



Autora: Larissa Siriani
Editora: Multifoco


A antiga Casa Azul nunca foi cenário de boas histórias. Há mais de cem anos, dizem, era lar de sete bruxas que foram queimadas na fogueira e que juraram vingança. Mas é quando Malena, seus pais e seus seis irmãos mais velhos se mudam para lá que a lenda se prova verdade. Coisas estranhas começam a acontecer sempre que ela se exalta, e, de repente, ela se descobre cercada por um passado que ela até então desconhecia, e condenada a consertar os erros de uma vida passada. E, quando os velhos inimigos começam a aparecer, Malena vai perceber que certos sentimentos se carregam para além da vida.





A maioria dos livros tem o começo um pouco parado e você só começa a se interessar do meio pro fim.
As bruxas de Oxford definitivamente não é esse tipo de livro. É o tipo de livro que te conquista logo no inicio. Eu li o primeiro paragrafo e já mudei todo o conceito que eu tinha criado sobre ele.
Não conhecia muito a história e a sinopse não é muito reveladora, então não tinha grandes expectativas e quando comecei a ler percebi que não seria só mais um livro, ele me prendeu desde a primeira frase e no geral, me surpreendeu positivamente.

Quando a família de Malena muda pra Oxford, eles vão morar na antiga casa azul, uma casa cercada de lendas e histórias. Segundo a lenda, há alguns séculos atrás a casa foi lar de sete bruxas que foram queimadas e juraram vingança.

O livro é narrado por Malena, uma jovem de 15 anos, albina, a única menina no meio de 6 irmãos. Quando se mudam pra casa azul, coisas estranhas começam a acontecer e a lenda se mostra verdade. Dessa forma, Malena vê sua vida virar de cabeça pra baixo e se percebe no meio de coisas sobrenaturais, do qual ela e seu passado fazem parte. É difícil contar mais alguma coisa da história sem acabar soltando spoiler.

Malena é uma personagem com bastante personalidade. Apesar de ser jovem, não tem aqueles dramas ou síndrome de baixa auto-estima que as personagens adolescentes costumam ter, ainda mais por ser albina. Malena não fica parada esperando as coisas acontecerem ou aceita tudo que acontece na sua vida numa boa, tudo que lhe é imposto. Ela corre atrás de respostas e soluções pra tudo o que está acontecendo e tenta resolver a situação da forma que considera a melhor.

A verdade era que eu não me importava. Eu era albina e pronto.Eu era linda daquele jeito e a única coisa que me incomodava era o excesso de proteção que minha pequena anomalia exigia. Era chato o preconceito com a maior parte das pessoas, mas eu não ligava. Eu não precisava de ninguém, afinal. Pág. 31 

Além de toda parte sobrenatural, também tem a parte high school, afinal Malena tem 15 anos e precisa ir a  escola. Na escola ela faz amizade com um grupo de pessoas. No meio dessas pessoas, ela conhece Sam, o garoto fofo por quem ela se apaixona. Mas eu me apaixonei mesmo é por Ned, o amigo prestativo. Achei ele mais fofo que o Sam rs

As bruxas de Oxford é um livro original. Apesar de ser sobrenatural, a história não é cheia de clichês.
Malena pode ser comparada com uma super heroína, porque ela é do tipo que luta pelas coisas que acredita e pensando no que é melhor pra todos, não só pra ela. Você começa a acompanhar a história dela e fica sempre torcendo e na expectativa do que acontecerá a seguir. O livro é cheio de surpresas. As 'respostas' estão onde a gente nem imagina.

A autora soube conduzir a narrativa de forma que não é cansativa em nenhum momento e desperta um misto de emoções. Algumas vezes você dá risada (principalmente nas cenas com o gato), outras você fica apreensiva e até com raiva de alguns personagens (incluindo Malena em alguns momentos que ela assumia a culpa por algumas coisas do passado).

O livro mistura magia, romance, aventura, suspense e mistério, tudo de uma forma bem dosada. O livro prende a atenção e todos os pontos da história são muito bem amarrados. E a capa faz todo sentido e é coerente com algumas partes do livro.

Só senti falta de um aprofundamento maior em alguns personagens. Malena tem 6 irmãos e nenhum teve muito destaque, assim como alguns amigos de escola. Tirando isso, o livro superou e muito minhas expectativas e eu recomendo pra todos que procuram uma boa, original e criativa história.

O livro faz parte de uma trilogia chamada Coração da Magia. E uma coisa bacana, é que apesar de ser o primeiro volume, o livro tem começo, meio e fim. Claro que fica uma ponta para o próximo livro, mas não é uma história incompleta. Eu espero ansiosamente o segundo volume.


- Vai ficar tudo bem, você sabe. - ele me disse, numa tentativa de ser tranquilizador.
- Será?
- Tudo sempre fica bem, Malena. Toda dor sempre passa, e todo final é sempre um final feliz.
- Isso não é verdade.
- Eu sei. Mas só depende de você. Pág 214

Lançamento do livro Guardians volume 3 (Luciane Rangel)

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

O livro Guardians volume 3, da autora Luciane Rangel será lançado durante a bienal do Rio.

O lançamento ocorrerá nos dias 2 e 3 de setembro, no estande da Editora Above: Estande P32, Pavilhão Verde. Todos os 3 volumes de Guardians estarão à venda durante os 11 dias de evento.
Se você for a bienal, não deixe de passar pelo stand e prestigiar esse lançamento da literatura nacional.

Confira abaixo a capa e sinopse do livro:



É chegado o momento de todos cumprirem a missão de suas vidas e ficarem frente a frente com Kuro. Porém, os youkais não estão dispostos a permitir que a barreira seja lacrada novamente e conseguem agravar a situação com a morte de um dos Guardiões. Revelações, decisões e reencontros emocionantes acontecem no último volume da envolvente história de Guardians. Todos lutam por aqueles em quem acreditam. E você? Está lutando por quem?








Quem tiver interesse ou quiser saber mais sobre os livros, pode adiciona-los no skoob e conferir as opiniões de quem já leu.


Conheça mais sobre os livros e saiba como adquiri-los em  http://livro-guardians.blogspot.com/

Novo Layout

Oi gente. O post de hoje é comemorativo (pelo menos pra mim), pois venho apresentar pra vocês o novo layout do blog.
Eu sei que não é necessário um post pra apresentar, já que todo mundo já nota sem precisar ler isso. Mas eu fiquei tão feliz com a cara nova do blog, que decidi fazer um post.
O blog já tem quase nove meses e desde o começo estava com aquele layout básico (e sem graça) do blogger.
O layout foi feito pela Giovana do Ispirazione. E eu quero muito agradecer a ela pelo capricho e paciência. Quem quiser pode conferir o portfólio dela clicando AQUI.
Além do layout o blog também vai sofrer algumas mudanças, nada muito grande, só algumas colunas novas que entrarão no ar a partir do mês que vem. E como eu esqueci os aniversários do blog e  aproveitando que mês que vem é o meu, entrará no ar uma super promoção de aniversário, também no mês que vem. Fiquem ligados.
Espero que gostem da nova cara do blog e tenham paciência enquanto as coisas se ajeitam.
Beijos ;)

O livro de Dinaer - A guerra das sombras #1 - Jorge Tavares

terça-feira, 16 de agosto de 2011



Autor: Jorge Tavares
Editora: Novo Século (selo Novos Talentos da Literatura Brasileira)

A Guerra das Sombras é um livro de aventura, passado em um universo fantástico. Em suas páginas, estão descritos dois grandes conflitos que se desenrolam concomitantemente. O primeiro, e mais evidente deles, dá-se entre reinos de homens mortais. Paralelamente, acontece um embate oculto entre forças sobre-humanas. E é nas conseqüências de ambos os embates sobre a vida de Rairom Guenor e de seu irmão Tairom que se encontra o foco central da narrativa.

Em A Guerra das Sombras discute-se até que ponto está nas mãos dos homens o seu próprio destino. É a história do confronto do ser humano, mortal e frágil, contra desígnios e poderes bem maiores que os seus.



O livro de Dinaer é o primeiro volume da série A Guerra das sombras, que conta com mais três livros: O livro de Ariela, O Livro de Laios e o Livro de Iazmein.

Zairom é o senhor das Terras do Fogo e pai de dois garotos: Rairom e Tairom. Seu cunhado, o imperador Fairom convoca todos os líderes de terras para uma reunião. Nessa reunião, Fairom expõe sua ideia de uma guerra contra os escravos. Tairom, porém, se coloca contra e consegue impedir a guerra. O imperador então jura vingança. 12 anos se passam e Fairom coloca em prática seu plano de vingança. E assim se instaura a guerra entre os clãs e paralelamente se inicia uma guerra sobre humana, a guerra entre os deuses.

De inicio o livro é um pouco confuso, os nomes dos personagens são muito parecidos (Rairom, Fairom, Tairom, Zairom ...) e até conseguir diferenciar um de outro, dá pra se perder um pouco. Mas os personagens são diferentes entre si, então passados um ou dois capítulos esse problema dos nomes já não existe mais. E a partir daí eu me vi envolvida na história, de forma que não queria mais parar de ler.

O livro é narrado por reverenda madre Amol Gliam, nas palavras de Dinaer, um Deus. Ele nos conta a história mostrando que por trás da guerra dos homens existe algo maior, como uma profecia. E quando a guerra toma outros rumos, cabe aos deuses se assegurarem que se cumpra a profecia. Dessa forma, quando o destino do alorain (o escolhido) é colocado em risco, a guerra entre humanos se mistura com a guerra entre os deuses.

 A profecia fala de um tempo de decadência, quando dos velhos impérios só restarem escombros. Fala de um lugar onde o frio da neve se encontra com o calor do magma dos vulcões: uma grande ilha no sul do mundo. Lá nascerá o alorain, aquele que proclamará o retorno da antiga guerra, o conflito que irá definir o destino de homens e deuses.

Quando os jovens Rairom, Tairom e Lisian estão no meio de um passeio, avistam um enorme exercito de soldados indo em direção a Terra do fogo.  A partir daí, tudo o que acontece é inesperado. Os jovens se mostram importantes peças em meio a guerra e personagens centrais em toda a história.

Rairom nunca quis ser guerreiro, sempre quis ser mago. E quando a guerra começa ele descobre poderes maiores do que ele imaginava ter, enquanto começa uma jornada entre os impérios acompanhado de seu irmão Tairom e sua amiga Lisian. As descrições dos impérios e das terras tem um toque medieval e os detalhes nos levam a viajar por cenários magníficos.

No prefácio do livro, o autor nos conta porque resolveu escrever um livro e como começou a escreve-lo. Ele descreve todo o seu processo criativo, desde a ideia de escrever até o nascimento dos cenários e personagens. Esse começo é muito bacana, porque já somos introduzidos ao mundo fantástico criado por Jorge Tavares. E a dica que eu dou é que leiam o prefácio no início, claro, mas leiam novamente ao terminar o livro, porque já conhecendo os personagens e toda a história, fica mais fácil entender do que o autor está falando.

Jorge Tavares construiu um mundo novo, épico, absurdamente fantástico. E apesar de complexo, é uma história simples de acompanhar. Misturou mistério, ação, magia, amizade, romance e muita aventura. O resultado é um livro que prende a atenção do inicio ao fim e consegue surpreender a cada capítulo. É impossível ler o livro e imaginar como vai terminar a história. Assim como é impossível não se apegar aos personagens e torcer por eles. Todos são muito intensos e reais.

O final é coerente e como eu já disse anteriormente, surpreendente. Alguns segredos são revelados e alguns mistérios resolvidos, mas fica uma situação em aberto que é ponto para a continuação, acredito.

Em meio aos conflitos e mistérios, o autor também aborda a limitação humana, mostrando o quanto somos frágeis e fazendo-nos questionar até que ponto temos o controle sobre nossas próprias vontades.
"Que podem essas criaturas quando as circunstâncias de suas vidas as empurram numa direção não desejada?"

Gostei tanto do livro que não consegui passar nem metade do que é O livro de Dinaer. É um livro épico, e nas palavras do próprio autor: 'é um universo onde o inexplicável torna-se possível'. Só posso dizer que eu amei o livro e quero ler logo a continuação.
Para quem gosta de literatura fantástica,  A guerra das sombras é leitura obrigatória.  

Memes e selinhos

domingo, 14 de agosto de 2011

Recebi da Amanda do Amanda's World o Cine meme

1. Qual o seu filme preferido?
Dificil escolher só um: Chocolate, Toy Story, Piratas do Caribe,  Bourne, Resident Evil

2. Qual tipo de filme você mais curte: animação, romance, ação, drama, comédia, terror?
Suspense, comédia romântica e ação

3. Qual filme de efeito especial você mais curtiu?
A origem

4. Cite um filme de: Romance, Ação, Drama, Comédia e Terror
Romance:  Escrito nas estrelas
Ação: Gamer
Drama: Uma prova de amor
Comédia: Se beber, não case! 
Terror: O jogo dos espiritos

5. Se pudesse ter atuado em algum filme, qual teria sido?
As Panteras (sim, eu queria ser uma pantera =D) ou Resident Evil.

6. Cite, na sua concepção, um melhor ator e atriz e suas melhores atuações
Johnny Depp - Piratas do Caribe, Edward mãos de tesoura
Natalie Portman - Cisne Negro, Closer

7. Qual o pior filme que você já assistiu?
Autópsia de um crime (Péssimo) 

8. Filmes que você não assistiria?
Não gosto de sátiras, estilo Todo mundo em Pânico.

9. Indique alguns filmes...
Adam, Não me abandone jamais, Ponte para Terabítia, Cartas para Julieta, Amor a distância e todos os outros citados acima.

10. Indique o Cine Meme para no mínimo 3 Blogs.
Quem quiser fazer, fica a vontade pra pegar.


O próximo selo eu recebi da Máh, do Crazy for books

Nome: Glaucea
Uma música: Wonderwall - Oasis
10 coisas sobre mim:
- Não tomo refrigerante
- Odeio etiquetas de roupas, arranco todas
- Amo filmes e séries, não gosto de novelas.
- Leio meu horóscopo todo dia, apesar de não acreditar e não ter as qualidades do meu signo (virgem)
- Sou viciada em hidratantes, tenho potes e mais potes.
- Sempre quis fazer biologia e na hora do vestibular escolhi publicidade (e não me arrependo)
- Tenho uma irmã, que é o amor da minha vida ♥
- Não uso salto alto
- Tenho um cachorro e um rato
- Nunca falo mal do time de ninguém , mesmo quando perde, porque odeio que falem qualquer coisa do meu time. Sou corinthiana fanática.

Humor:  Instável
Uma cor: Roxo
Como prefere viajar: Com a galera
Um seriado:  Dexter e House
Frase ou palavra mais dita por você: Então... Enfim... daí...
O que achou do selo: Bacana o/

E por fim recebi vários selinhos da May do Glow of the moonlight e da Amanda do Amanda's World
 

O vampiro da internet - Licínia Ramizete

quinta-feira, 11 de agosto de 2011



Autora: Licínia Ramizete
Editora: Fábrica de leitura

A solitária Marília parece ter encontrado um meio de trazer mais ânimo à sua vida:a sala de chats da internet. Ao acessar uma delas, Marília o faz como passatempo, sem grandes expectativas. Mas logo percebe um inusitado frequentador da sala de bate-papo: um vampiro. O amigo virtual que afirma ser um "andarilho das sombras", logo faz Marília passar da descrença à curiosidade e da curiosidade ao medo. O vampiro sabe mais sobre Marília do que ela própria! Agora ela terá que descobrir a verdade sobre si mesma e para isso ela terá de sair do virtual e encarar a realidade. Ela terá de enfrentar o vampiro da internet.





Marília é uma jovem solitária e um dia resolve acessar uma sala de bate papo na internet apenas para passar o tempo. Porém uma conversa chama a sua atenção: um jovem com o nick Vampiro diz ser um vampiro de verdade. Curiosa, Marília decide conversar com o rapaz e fica surpresa ao perceber que ele sabe muitas coisas sobre ela, até mais do que ela própria. Usando vários argumentos e fazendo várias insinuações, o vampiro desperta a curiosidade de Marília e ela se vê cada vez mais envolvida com ele, na busca de descobrir quem ela realmente é.

Por usar o nickname Vampiro, sempre que se refere a ele com outras pessoas, Marília o chama de Vampiro da internet, daí o nome do livro.

O começo do livro é muito interessante e prende bastante a atenção. A narrativa é em terceira pessoa, mas divide espaço com as conversas entre Marília e o Vampiro, que são transcritas em forma de bate papo mesmo. Acontece que do meio pro fim o livro perde o ritmo e fica muito mais do mesmo. Marília entra na sala e faz sempre as mesmas perguntas enquanto o vampiro faz sempre as mesmas insinuações. As coisas não acontecem, a história não se desenvolve e vai ficando um pouco cansativo.

Logo no início do livro fica claro que Marília tem um dom, mas só o vampiro sabe qual é. Ao longo da história ele vai dando algumas pistas e sempre fica aquela curiosidade sobre quem ela é de fato. O suspense feito em cima disso não demora a ser revelado e Marília, com a ajuda do vampiro logo descobre sua verdadeira identidade.
A revelação do mistério é feita de forma um pouco confusa, não entendi muito bem o que ela era e achei a explicação muito surreal. O mesmo acontece com Gustavo (o vampiro). A autora aborda um lado diferente e sinceramente, não vi características vampirescas nele. Pela forma como ele é descrito, poderia muito bem ser outro tipo de ser fantástico.

Do meio pro fim o livro volta a ganhar um pouco mais de ritmo, e com os mistérios já revelados, fica a curiosidade do que virá a seguir. E o que vem é inesperado. Marília sempre se deixou levar pelas conversas de Gustavo e no final ela mostra um grande amadurecimento, tomando atitudes contrárias ao que todos esperavam que ela fizesse. Porém, o desfecho da história é confuso e rápido demais, senti falta de uma explicação um pouco mais detalhada sobre tudo o que aconteceu.

O último capítulo é narrado por Marília, muitos anos depois, contando tudo o que aconteceu, falando sobre a história , contando o que aprendeu com tudo o que passou e como encara a sua nova vida hoje em dia.  E no epilogo ainda tem uma situação nova que deixa o final subentendido.

Não posso deixar de citar o maravilhoso trabalho gráfico que a editora fez. A capa não é tão bonita, mas por dentro o livro é lindo, a diagramação é muito bem feita e todo começo e fim de capítulo é puro capricho. 

A linha da bola - Clara Albuquerque

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Autora: Clara Albuquerque

Em tempos de ditadura da magreza é dificil aceitar que uma gorduchinha seja o centro das atenções masculinas. Para quem vê o futebol como um inimigo, essa é a oportunidade de fazer dele um aliado.
A Linha da bola é uma obra aparentemente despretensiosa, pois, atráves de uma linguagem de fácil entendimento, desmascara um concorrente de peso das mulheres, o futebol.



A linha da bola é um guia com todo o bê-a-bá do futebol. 
A ideia do livro é aproximar mulheres e futebol, já que esse é um esporte 'dominado' pelos homens e os mesmos não tem paciência para explicar as regras. E como desde cedo os homens são inseridos nesse mundo, o guia visa fazer do futebol um aliado para as mulheres não ficarem de fora das rodinhas masculinas.  Apesar de ser voltado ao público feminino, não vejo problema em ser lido por homens também, já que as regras são as mesmas, e também apresenta algumas curiosidades que interessam a todos os apaixonados por futebol.

Com uma linguagem divertida e informal, a autora nos apresenta todo o mundo do futebol. Partindo do principio básico, apresenta a história do esporte, as regras básicas, informações sobre times, jogadores e campeonatos, curiosidades e até o 'dicionário' do futebol, o futebolês.

O livro é dividido por assunto e cada capítulo é dividido em três partes. Mais precisamente, três níveis de conhecimento: Pretinho básico, Esporte fino e Passeio completo. Os nomes foram escolhidos porque, segundo a autora, os assuntos foram separados da mesma que separamos nossa roupa de acordo com a ocasião.
Pretinho básico é para quem está começando, para entender a essência, o básico do esporte. São as informações principais.
Esporte fino é para quem já tem algum conhecimento mas deseja um aprofundamento no assunto. São as informações mais detalhadas.
Passeio completo é como o próprio nome diz: completo. Traz informações mais completas, curiosidades e detalhes.

O bacana é que não é necessário ler o livro na sequência. Se você deseja saber o básico, é só ler o pretinho básico de cada capítulo e partir para o próximo. Da mesma forma, cada capítulo é um tema, então se você já sabe sobre sistema tático, por exemplo, pode pular e ler o capítulo seguinte. Ou ainda ler por partes, primeiro todo o pretinho básico, depois voltar e ler o esporte fino, e assim por diante. Mas fica a dica: o bacana é ler o livro do inicio ao fim. Mesmo se você entende bem de futebol, sempre tem uma informação a mais. 

O livro apresenta as informações de forma bem descontraída, como se todas as explicações fossem respostas as nossas dúvidas. A autora utiliza exemplos de forma criativa a fim de facilitar o entendimento por parte dos leigos, bem como usa exemplos gráficos em situações de difícil explicação.

A linha da bola é um livro esclarecedor, informativo e divertido que mostra que o futebol não é um bicho de sete cabeças. É um guia completo, de fácil entendimento e super indicado para os amantes do esporte e para quem deseja conhecer mais sobre essa paixão nacional. 

Futebol. Uma paixão? Uma religião? Um caos? Um grande amor? Um(a) amante? Um caminho? Um emprego? Um esporte? Ele pode ser tudo isso ao mesmo tempo. Ou nada disso pra quem, apenas, enxerga um monte de gente correndo atrás da bola. Pág. 7