Ex-Heróis - Peter Clines

domingo, 22 de junho de 2014

Autor: Peter Clines
Editora: Novo Século
Páginas: 344
Comprar

Stealth. Gorgon. Regenerator. Cerberus. Zzzap. Mighty Dragon. Eles eram heróis usando suas habilidades sobre-humanas para fazer de Los Angeles uma cidade melhor e mais segura. Até que uma terrível praga mortal se espalhou pelo mundo. Bilhões morreram, e hordas de zumbis levaram toda a civilização à ruína. Um ano depois, Mighty Dragon e seus companheiros são os protetores dos sobreviventes, refugiados em um estúdio de cinema transformado em fortaleza, o Monte. Assustados e traumatizados, os heróis combatem os vorazes exércitos de ex-humanos nos portões, lideram equipes para procurar por suprimentos e lutam para serem verdadeiros símbolos de força e esperança. Porém, os famintos ex-humanos não são as únicas ameaças que os heróis devem enfrentar. Velhos aliados, com poderes e mentes horrivelmente destorcidas pela morte, ocultam-se nas ruínas da cidade. E apenas poucos quilômetros os separam de outro grupo, lentamente acumulando poder e liderado por um inimigo com a habilidade mais aterrorizante de todas.


Ex-heróis é uma história que mistura dois elementos que eu particularmente gosto bastante: zumbis e heróis.
Após uma chuva de meteoros algumas pessoas foram atingidas por ondas de energia eletromagnética e desenvolveram poderes, como voar, cuspir fogo, gerar eletricidade, entre outros. Os heróis mantinham a cidade de Los Angeles em ordem, protegendo-as dos bandidos e mantendo a paz, coisas típicas de heróis mesmo, com direito a fantasias e tudo.
Até que em determinado momento um vírus se espalha e muitas pessoas passam a ser como zumbis, mortos-vivos, mas são chamados de ex, por serem ex-pessoas. 


“Quase ninguém usou a palavra ‘zumbi’. Foram chamados de ‘ex’ desde a primeira conferência de imprensa presidencial. Isso fez com que a situação se tornasse mais fácil de ser aceita, de alguma forma. Os ex-vivos. A maioria se parecia com humanos. Normalmente , os não lesionados e os mais novos que ainda não tinham se alimentado”. Pág. 35

Os heróis e o restante da população não infectada mantém abrigos em estúdios de cinema e um outro grupo, denominado Seventeens, mantém outro abrigo, e são rivais dos heróis.

Essa mistura de humanos, zumbis e heróis é quase como misturar Os vingadores com The Wlaking Dead, inclusive com algumas semelhanças entre as histórias, mas apesar dessas semelhanças o desenvolvimento é bem diferente.  E ao mesmo tempo em que remete a algumas histórias, a originalidade vem na junção que o autor fez desses universos distintos. E que foi muito bem feita, diga-se de passagem.

Os capítulos são intercalados entre o Agora e o Antes. O agora sendo os aco
ntecimentos após o apocalipse zumbi, e o antes contando a história de cada um dos heróis no começo de tudo. Essas histórias passado e presente também são uma grande sacada, primeiro porque o capítulo já começa com "Agora" e "Antes" o leitor já fica situado em que tempo se passa a história sem ficar perdido no meio, mas principalmente porque o passado de um herói é sempre contado dentro de um contexto, e volto a dizer, deixa o leitor mais situado na história do que se fosse em ordem cronológica e também permite saber como cada personagem se tornou herói ou zumbi e por que.
A narrativa, além de misturar o passado e presente, é contada sob diferentes pontos de vista. Os capítulos são divididos entre os personagens permitindo conhecer cada um sob uma ótica diferente.

Nesse novo mundo há ainda o grupo de Seventeens, contra o qual os humanos e heróis travam a maior das batalhas. O livro, além de original, já que não vi nenhum outro com essa temática que mistura heróis e zumbis, é também muito bem desenvolvido e mistura ação, aventura e um pouco de romance.

A leitura flui e prende a atenção, de forma que a gente quer saber logo o final. E o fim não é totalmente aberto. Claro que deixa algumas brechas para o próximo livro da série, mas a história principal tem um fechamento. Particularmente, não gosto de livros que deixam um milhão de coisas sem resolver.

Enfim, é um livro original e que reúne dois mundos que eu gosto muito. Mesmo quem não gosta deve dar uma chance, porque a história é muito bem desenvolvida e, como disse antes, prende a atenção e instiga a curiosidade.

E termino roubando uma frase da contracapa do livro: "Zumbis? Certo. Super-heróis? Certo. Narrativa impressionante? Certo. Ex-heróis tem tudo isso. Pode se preparar". 

Adaptações de livros nos cinemas - Junho

segunda-feira, 2 de junho de 2014


A Culpa é das estrelas - Diagnosticada com câncer, Hazel Grace Lancaster se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, a jovem é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio e logo conhece Augustus Waters, um rapaz que vai mudar completamente a sua vida. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Adaptação do livro homônimo de John Green.
Estréia em 05/06 (Editora Intrínseca)

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



O menino no espelho - Belo Horizonte, anos 1930. Fernando é um garoto de 10 anos que está cansado de fazer as coisas chatas da vida. Seu sonho era criar um sósia que ficasse com essas tarefas enquanto ele poderia se divertir à vontade. Até que, um dia, é exatamente isso que acontece, quando o reflexo de Fernando deixa o espelho e ganha vida. 
Estréia em 19/06 (Editora Record)



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


O homem duplicado - Baseado no livro de José Saramago. Um professor de história depressivo descobre acidentalmente a existência de um sósia seu quando assiste a um filme. Ele passa a seguir este homem, transformando a vida de ambos.
Estréia em 19/06 (Editora Companhia das Letras)




---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Como treinar o seu dragão 2 - Baseado na série de livros de Cressida Cowell, . Depois de convencer o seu vilarejo que os dragões não devem ser combatidos, Soluço convive com seu dragão Fúria da Noite, e estes animais integram pacificamente a rotinados moradores da ilha de Berk. Entre viagens pelos céus e corridas de dragões, Soluço descobre uma caverna secreta, onde centenas de novos dragões vivem e não estão dispostos a viver em harmonia com os habitantes da ilha. Enquanto o perigoso Dragon Rider ameaça acabar com a paz no local, Soluço e Fúria da Noite unem-se novamente para provar que homens e animais devem ser parceiros.
Estreia em 19/06 (Editota Intrínseca)



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


O Físico - Na Pérsia do século XI, Rob, um jovem cristão dotado do poder de curar, que sonha ser médico, finge ser judeu para estudar em uma escola especializada, onde um famoso físico leciona, que não aceita seguidores do cristianismo.A história consta desde o obscurantismo e a brutalidade do século XI na Inglaterra ao esplendor e sensualidade da Pérsia, detalhando a idade de ouro da civilização árabe e judaica.
Estréia em 26/06 (Editora Rocco)