Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge

sábado, 23 de agosto de 2014

Autora: Jennie Shortridge
Editora: Única
Páginas: 384
Compre aqui

Lucie Walker não se lembra de quem é ou como foi parar nas águas geladas da Baía de São Francisco. Encaminhada para uma clínica psiquiátrica, ela aguarda até que um homem chega afirmando ser seu noivo. Entretanto, com seu retorno para casa, essa mulher sem memória vai tomando conhecimento de sua personalidade antes do acidente, da pessoa controladora, fria e sem vida que era, e dos segredos da infância e da família, assim como da situação do noivado e dos mistérios que podem ter provocado o acidente.
Será que ela quer isso de volta? Será que essa nova Lucie conseguirá manter o amor por Grady, ou a oportunidade de recomeçar será sua salvação?

Lucie não se lembra de nada antes de ser encontrada na Baia de São Francisco. Não sabe quem é, quem são são amigos ou parentes nem se lembra de qualquer coisa de sua vida antes desse dia.

Quando Grady, o rapaz que diz ser seu noivo, aparece na clínica para buscá-la, ela fica confusa, mas retorna com ele para casa após ele provar que é realmente quem está falando. Sem reconhecer nada, Lucie tem que recomeçar sua vida. Sua personalidade também mudou completamente e ela não lembra em nada a pessoa mesquinha e controladora que sempre foi. E Grady percebe que a sua noiva agora é uma pessoa completamente desconhecida.

"Ele era um homem bom e devia ter amado a antiga Lucie Walker de todo o coração, mas ela não era aquela pessoa. Não mais, se é alguma vez tivesse realmente sido. E, sim, é claro, a evidência era inegável. Ela era Lucie Walker. E não Era". Págs. 108 e 109

Imagina você acordar sem se lembrar de nada do seu passado ou de quem você é. E como se não bastasse, ainda ter que dividir a casa com uma pessoa 'estranha', além de vizinhos e pessoas próximas te julgando por coisas que você não faz ideia que fazia. Essa é a nova vida de Lucie.

O livro é muito bem narrado e apesar das quase 400 páginas, dá para ler rapidinho e sem ficar cansativo. Algumas partes são muito detalhadas, mas nada que atrapalhe ou dê sono. Até porque, pela forma como a história se desenvolvem, sempre fica aquela dúvida e curiosidade de como vão acontecer as coisas. Será que Lucie vai se lembrar do passado? E o que ela vai fazer caso se lembre, agora que é praticamente outra pessoa? Ela vai se apaixonar por Grady de novo? O que aconteceu antes dela perder a memória? E o principal, qual é o passado de Lucie que nem o seu noivo tem conhecimento?

Durante essa busca de Lucie pelas suas memórias, tentando descobrir quem era, principalmente antes de conhecer Grady, já que ela nunca contou para ela como foi o seu passado, ela vai descobrindo coisas sobre si mesma, algumas chocantes, outras das quais ela não gosta e faz algumas mudanças, como o novo relacionamento com os vizinhos.

E no meio disso tudo ainda tem o noivo. Grady é um personagem super querido, que faz de tudo para Lucie se sentir a vontade e tenta de todas as formas ajudar na sua adaptção, quando na verdade nem ele está a vontade com a situação. Porque, afinal de contas, essa nova Lucie não é a pessoa que ele conhecia ou por quem se apaixonou.

"O que é amor, ela conjecturou, e o que é lembrança? Onde que os dois se intersectam e quando deixará de importar qual veio primeiro?", Pág. 379

O livro é narrado em terceira pessoa e os capítulos são intercalados entre Lucie, Grady e Helen (tia da Lucie), o que é sempre bom porque dá pra ver um pouco do lado de cada pessoa e como cada um está lidando com a situação.

Helen, a tia, é a peça para o passado de Lucie. Elas não tiveram muito contato desde a infância de Lucie, mas agora Helen quer fazer do presente da sobrinha e Lucie quer descobrir mais do seu passado, então elas acabam se conhecendo melhor. E essa á também mais cansativa do livro. Uma coisa que aconteceu no passado de Lucie é a chave de toda a crise dissociativa, mas achei que saiu um pouco do caminho que o livro estava percorrendo. E além da tia Helen ser chata, os capítulos dela ficaram meio perdidos no livro.

No fim, tudo acaba fazendo sentido para as coisas terem acontecido do jeito que aconteceram. Agora o fim do livro ficou meio aberto, de forma que dá margem a mente criativa do leitor para imaginar o que aconteceu de fato, coisa que também não me agradou, porque eu gostaria de saber o que aconteceu realmente sem ter que ficar fantasiando. 

Mas enfim, é uma história bonita de acompanhar, que fala um pouco sobre a crise dissociativa e também sobre amor, recomeços, segundas chances e redescoberta. Sabe aquela pergunta que a gente sempre escuta: "Se você não fosse quem você seria?", é mais ou menos isso, Lucie tem a chance de ser quem ela era ou ser uma pessoa melhor. E o livro deixa ainda essa reflexão, de que não precisamos deixar nosso passado ditar quem seremos. Vale a leitura.

"Nem tudo o que parece um mistério na vida vem de uma lembrança perdida. A vida é cheia de coisas que não conseguimos compreender". Pág. 376


Tentação sem limites - Abby Glines

domingo, 17 de agosto de 2014

Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 195

A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la? O terrível segredo de Rush Finlay. Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo. Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente. Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. 

Este é o segundo da série Sem Limites e você pode ler a resenha do primeiro livro aqui. (A resenha pode conter spoilers do primeiro livro).

Tentação sem limites começa do ponto onde parou o primeiro livro, após Blaire descobrir um segredo que Rush escondia e que mudou a vida de ambos e causou a separação do casal. O primeiro capítulo começa há 13 anos, quando Rush descobre algumas coisa e durante boa parte do livro nós tomamos conhecimento de como as coisas aconteceram. 


Blaire voltou para sua cidade e foi morar na casa de sua avó e de seu primeiro namorado Cain e Rush ficou abatido, parando com a vida de festas e bebedeiras. Até que devido a vários fatos, Blaire volta para Rosemary Beach, onde divide um apartamento com sua amiga Bethy.

"Foram três semanas, quatro dias e doze horas desde que eu a via pela última vez. Desde que ela destruíra meu coração. Se eu estivesse bebendo culparia o álcool. Devia ser uma ilusão desesperada. Mas eu não tinha bebido. Nem um gota. Não havia como confundir Blaire. Era ela. Blaire estava de volta a Rosemary. Estava de volta à minha vida". Pág. 42.

Ruch tenta reconquistar Blaire, mas ela tem medo de se envolver e se magoar novamente. Devido a outro fator, eles se reaproximam e tentam dar mais uma chance para o amor dos dois, mas muitas outras coisas acontecem para atrapalhar o romance.

As mesmas coisas que me incomodaram no primeiro livro continuaram me incomodando neste segundo. Apesar de ter gostado da história quando eles estavam separados e com Rush tentando reconquistar Blaire, achei que as coisas aconteceram rápido demais. 

Blaire, que várias é descrita como forte e independente aceita muito facilmente as coisas que Rush impõe. E alguns dramas são muito novela mexicana. Sabe aquelas coisas que não parecem nada demais, mas que as pessoas dão muita importância como se fosse o fim do mundo? Tipo isso. Tudo bem que pessoas apaixonadas as vezes ficam cegas e burras, mas as atitudes dos dois várias vezes me incomodaram.

As cenas hot continuam e também tem várias coisas bregas. não consigo entender como alguém acha sexy as coisas que o Rush fala ou faz. 

O ponto positivo continua sendo a narraçao, que é intercalada entre Rush e Blaire, e é bacana porque dá pra ter a visão dos dois lados. Os personagens secundários também são ótimos. Woods conseguiu me conquistar nesse livro, porque apesar de ter uma atração pela Blaire e não saber até que ponto as coisas que ele faz são por interesse, ele ajudou bastante ela quando ela precisava. Bethy também está bem mais madura nesse livro e gostei da forma como a história dela, inclusive a romântica, se desenvolveu. 

A narrativa é bem leve e dá para ler o livro em um ou dois dias. Apesar de querer bater nos personagens principais, alguma coisa nessa história ainda me atrai para querer terminar a série, até porque a autora sabe construir as cenas de forma que a gente queira saber o que acontece em seguida (na esperança que os personagens amadureçam e parem com essas birras e dramas).

Já vi várias resenhas positivas e acho que o grande problema para mim foi não conseguir me envolver ou mesmo gostar dos personagens principais, pois há quem ame o Rush e acho que isso ajuda a se envolver mais na história. Então acho que esse é o caso em que vale a pena ler para tirar suas próprias conclusões. 

Dos livros para a televisão #3 - The Lying Game

sábado, 16 de agosto de 2014

The Lying Game foi uma série americana baseada na série de livros de mesmo nome da autora Sara Shepard. Apesar de ser inspirada nos livros, as histórias são diferentes (como vocês poderão ver pelas sinopses abaixo), então mesmo se você não gostar da série vale a pena ler o livro, e vice-versa.

A série de tv foi cancelada em 2013, após a segunda temporada e infelizmente não foi encerrada, deixando vários mistérios em aberto. Mas ainda assim, recomendo.


Emma, uma garota adotada descobre que tem uma irmã gêmea idêntica, chamada Sutton. As meninas foram separadas no nascimento, com Sutton sendo adotada por pais ricos e aparentemente vivendo uma vida ideal. Sutton propõe a Emma que eles troquem de vida por alguns dias, enquanto ela persegue informações sobre sua mãe biológica em Los Angeles. Animada para fazer este favor para sua irmã, Emma logo descobre que Sutton tem muitos segredos escondidos. Agora, Emma deve continuar a fingir ser Sutton enquanto ela prossegue sua busca por sua mãe biológica. Quando Sutton recupera sua identidade e o destino de Emma é desconhecido, as gêmeas, junto com alguns de seus amigos mais próximos, tentam descobrir e resolver os segredos das pessoas ao seu redor.

------------------------

Na literatura, a série conta com seis livros. No Brasil, The Lying Game é publicado pela editora Rocco e até o momento conta com três volumes lançados.


1. O Jogo da Mentira (compre aqui)
O Jogo da mentira acompanha a história de duas irmãs gêmeas separadas ao nascer e unidas por um misterioso assassino. Com uma trama ainda mais intrincada e sombria, que tem início quando Emma resolve trocar de lugar com a irmã, a série tem um enredo repleto de suspense, intrigas e reviravoltas.
"Eu tinha uma vida que qualquer um mataria para conseguir. Então alguém me matou. A pior parte de estar morta é que não há mais nada pelo que viver. Sem mais beijos, sem mais segredos, sem mais fofocas. Isso era suficiente para matar uma garota outra vez. Mas eu estou prestes a conseguir algo que ninguém conseguiu: uma repetição da minha performance, graças a Emma, a minha irmã gêmea separada de mim, que eu nunca cheguei a conhecer. Agora, Emma está desesperada para saber o que aconteceu comigo. E a única maneira de descobrir isso é entrar em minha vida e juntar todos os pedaços. Mas ela pode rir das piadas com minhas melhores amigas? Convencer meu namorado de que ela é a garota por quem ele se apaixonou? Fingir ser uma filha feliz, despreocupada, quando ela abraça meus pais para dar boa noite? E ela poderá manter a farsa, mesmo depois que ela perceber que meu assassino está observando cada movimento seu? Deixe o jogo da mentira começar".

2. Eu Nunca... (compre aqui)
Segundo volume da série The Lying Game, Eu nunca... traz a jovem Emma Paxon vivendo sob a identidade de sua irmã gêmea morta. Mas quanto mais revira o passado de Sutton para descobrir quem a matou, mais a vida de Emma está em perigo. Afinal, todos a sua volta são suspeitos.
"Minha vida perfeita era uma mentira. Agora eu faria qualquer coisa para descobrir a verdade. Há pouco tempo atrás, eu tinha tudo que uma garota poderia desejar: amigas incríveis, um namorado adorável, uma família amorosa. Para resolver o meu assassinato, Emma, minha irmã gêmea há muito tempo perdida, tomou o meu lugar. Ela dorme no meu quarto e chama meus pais de papai e mamãe. E meu assassino está observando cada movimento seu. Eu lembro pouco da minha vida, apenas flashes e momentos, então tudo o que posso fazer é acompanhar como Emma tenta resolver o mistério do meu desaparecimento. Mas quanto mais profundo ela cava, mais ela encontra suspeitos. Acontece que minhas amigas e eu jogávamos inúmeros jogos que arruinaram a vida de pessoas. Qualquer um poderia querer vingança. qualquer um poderia me querer morta e agora Emma também".


3. Duas Verdades e Uma Mentira (compre aqui)
Em Duas verdades e uma mentira, Emma continua se passando pela irmã gêmea morta, Sutton, e tentando desvendar os enigmas envolvidos no misterioso passado das duas. Mas a volta de Thayer, irmão da melhor amiga de Sutton, que estava desaparecido há alguns meses, complica ainda mais a vida de Emma, que precisa encaixar mais uma peça importante no intrincado e perigo quebra-cabeça do passado da irmã.













Os três outros livros da série ainda não foram lançados no Brasil. Em inglês os títulos são:
4. Hide and Seek | 5. Cross my Heart, Hope to Die | 6. Seven Minutes in Heaven


Promoção: LEV Saraiva + Novo Conceito

quinta-feira, 14 de agosto de 2014



Olá pessoal!
Vocês já conhecem o Lev, novo e-reader da Saraiva?
Além de compacto, ele pode armazenar até 4 mil títulos, tem cartão de memória externo para armazenar documentos, tela HD e é compatível com Epubs e PDFs. (Conheça mais sobre o produto aqui).

Para comemorar o lançamento do Lev, o Grupo Editorial Novo Conceito vai sortear 4 aparelhos nas redes sociais. Em cada um deles você encontrará um dos esperados lançamentos da editora.

Serão 04 sorteios através da ferramenta Sorteie.me:
- Entre os dias 05 e 07 de agosto, sortearemos 1 Lev + e-book As sete irmãs. Sorteio realizado. Clique aqui e veja o resultado.
- Entre os dias 07 e 11 de agosto, o prêmio é 1 Lev + e-book A garota mais fria de ColdtownClique aqui e veja o resultado.
- Entre os dias 11 e 13 de agosto, 1 Lev + Perdendo-meClique aqui e veja o resultado.

- E entre os dias 13 e 15 de agosto, uma semana antes da Bienal de São Paulo, o prêmio será 1 Lev com luz embutida + e-book Se eu ficar. Clique aqui para participar!

Para participar basta acompanhar a fan page da Editora Novo Conceito  e seguir o regulamento. 

Boa sorte a todos!