Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Autora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
Compre Aqui

O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.

Aquela velha história da pessoa certa na hora errada. Alex e Rosie são amigos desde sempre até que são obrigados a se separar. Eles continuam mantendo a amizade e conversando através de cartas e e-mails e as vezes pessoalmente. Apesar de terem alguns sentimentos um pelo outro, sempre acontece algo que impede o romance.

O livro inteiro é escrito em formato de e-mails, mensagens, cartas e telefonemas. De início pensei que seria algo que incomodaria e que faltariam detalhes na narrativa, mas a leitura é muito fluída e essa forma diferente não influenciou de forma negativa a leitura.

Achei a Rosie um pouco coitada demais. Algumas coisas que acontecem não estão no controle dela, mas por várias vezes ela reclamava tanto da vida que eu tinha vontade de entrar no livro e dar uma sacudida nela. Mas ao mesmo tempo tentei entender algumas atitudes já que Rosie não podia pensar só nela devido as coisas que acontecem.

O relacionamento entre o Alex e a Rosie sempre foi mais de amizade do que romântico, e é muito legal a forma como eles mantem essa amizade apesar de todos os contratempos e de todos os sentimentos que um nutre pelo outro. Independente do que estão sentindo no momento, um sempre apoia o outro e critica também quando necessário, como em qualquer amizade.

Além dessa parte da amizade, o livro fala também sobre família, traição, perdão, correr atrás dos sonhos e sobre essa coisa da vida de que as coisas nem sempre saem como a gente quer ou planeja. Cada vez que parece que eles tem um plano, surge alguma coisa no caminho e a história muda.

"Como a vida é engraçada né? Bem na hora que você pensa que está tudo resolvido, bem na hora que você finalmente começa a planejar alguma coisa de verdade, se empolga e sente como se soubesse a direção direção em que está seguindo, o caminho muda, a sinalização muda , o vento sopra na direção contrária, o norte de repente vira sul, o leste vira oeste, e você fica perdido. Como é fácil perder o rumo, a direção... Não temos muitas certezas na vida, mas de uma coisa eu tenho certeza: você tem que lidar com as consequências dos seus atos. Tem que seguir adiante, levar certas coisas até o final", Pág. 45.

A história acompanha a vida de Rosie e de Alex durante 45 anos e neste tempo muitas coisas acontecem. Uma outra coisa que se pode tirar do livro é de sempre correr atrás do que se quer que uma hora acaba dando certo, mesmo que não exatamente como a gente esperava.

"Acho que a vida gosta de fazer isso com a gente de vez em quando: te joga num mergulho em alto-mar e, quando parece que você não vai suportar, ela te traz para terra firme de novo". Pág. 96

O livro tem quase 500 páginas, mas a narrativa é super fluída e dá para ler bem rápido. É aquele tipo de livro que te prende e você pensa em ler só mais um capitulo e quando vê já está no último.

*O livro foi adaptado para o cinema e o filme, que estava previsto para ser lançado ainda em janeiro, teve a estreia adiada para o dia 5 de março. Confira o trailer abaixo:

Perdido em Marte - Andy Weir

sábado, 17 de janeiro de 2015

Autor: Andy Weir
Editora: Arqueiro
Páginas: 335
Compre aqui


Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. 

Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável , ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá.


Então, esta é a situação: estou perdido em Marte. Não tenho como me comunicar com a Hermes nem com a Terra. Todos acham que estou morto. Estou em um Hab projetado para durar 31 dias. Se o oxigenador quebrar, vou sufocar. Se o reaproveitador de água quebrar, vou morrer de sede. Se o Hab se romper, vou explodir. Se nada disso acontecer, vou ficar sem alimento e acabar morrendo de fome. Então, é isso mesmo. Estou ferrado". Pág. 14.

Uma ficção científica incrível, que possui um embasamento teórico muito rico e mesmo assim não deixa a leitura chata ou cansativa. 

Quando Mark sofre um acidente e a tripulação precisa ir embora de Marte as pressas acreditando que ele está morto, o astronauta começa um 'corrida' contra o tempo para conseguir se manter vivo até que a próxima expedição chegue ao planeta, o que deve ocorrer em quatro anos. O principal problema é que a comida disponível não durará até o resgate e ele não tem comunicação nenhuma com a Terra para avisar que está vivo.

Nos cinco primeiros capítulos o personagem começa a pensar em formas de sobreviver e a colocar em prática vários planos. Quando comecei os primeiros capítulos, pensei que seria muito cansativo a leitura, já que na maior parte do tempo Mark está explicando como vai fazer para aumentar o reservatório de água, para criar hidrogênio, fazer um solo fértil e mais um monte de coisas científicas.

Mas a partir do capítulo seis as coisas começam a mudar e o livro fica mais dinâmico. Através de satélites a Nasa descobre que Mark está vivo e começa a acompanhar, através de fotos, a saga do personagem, ao mesmo tempo em que começa a traçar planos para resgatá-lo com vida.

"Minha conversa com a Nasa sobre o reaproveitador de água foi chata e cheia de detalhes técnicos. Portanto, vou parafraseá-la para você.
Eu: 'Isso com certeza é um entupimento. Que tal eu desmontá-lo e verificar os tubos internos?'
Nasa (depois de cinco horas de deliberação): 'Não, você vai ferrar com tudo e morrer'.
Então eu o desmontei".

Os capítulos são divididos entre narrações em primeira pessoa de Mark e em terceira pessoa quando se trata da Nasa ou as coisas que se passam na Terra. A parte de Mark é narrada em forma de diário de bordo, onde ele vai contando o que acontece nos seus dias para o caso de se morrer em Marte, alguém encontrar seu diário. 

O personagem é muito bem construído e passa por vários momentos diferentes, mas ao mesmo tempo é muito bem humorado e irônico tendo em vista toda a situação pela qual está passando. Em várias o livro deixa o leitor agoniado, quando você pensa que vai dar certo o plano do personagem, acontece alguma coisa que muda tudo e a gente se envolvido para que ele consiga sair dali.

E as partes com as explicações científicas, que no começo achei cansativas, no decorrer da leitura considerei como ponto positivo, já que o autor vai esclarecendo, em forma de narração do próprio personagem, os passos para conseguir tais coisas de forma que a história não fique tão absurda, e até para mim, leiga no assunto, ficou fácil de entender.

"Fico pensando se algum dia vão descobrir o que realmente aconteceu. Tenho estado tão ocupado tentando me manter vivo que nunca pensei no que meus pais devem estar passando. Neste momento, estão sentindo a pior dor que alguém pode suportar. Eu daria tudo para avisá-los que ainda estou vivo. 
Acho que vou ter que sobreviver para me redimir". Pág. 22.

* O livro teve os direitos comprados e o filme está previsto para ser lançado em 2015.

Adaptações de livros concorrentes ao Oscar 2015

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Hoje (15) foi divulgada a lista dos filmes concorrentes ao Oscar de 2015 e, como em todos os anos, muitos filmes concorrentes foram baseados em livros. Existe até uma categoria chamada Roteiro Adaptado, que são exclusivas para filmes que são adaptações, não necessariamente de livros, podem ser de peças, musicais, entre outros. Porém, filmes baseados em livros também concorrem em outras categorias. Confira os indicados que foram adaptados de livros:


Sniper AmericanoAdaptado do livro Sniper Americano: o atirador mais letal da história dos EUA, o filme conta a história real de Chris Kyle , um atirador de elite das forças especiais da marinha americana. Durante cerca de dez anos, ele matou mais de 150 pessoas, tendo recebido diversas condecorações por sua atuação. No livro, ele fala dos sofrimentos da guerra, da morte brutal dos companheiros, da ação como atirador e da frieza e da precisão que desenvolveu ao longo do serviço, lançando luz não só sobre a realidade dos combatentes como também sobre a dificuldade de readaptação dos que retornam ao lar.
Compre o livro aqui.



Sniper americano concorre nas categorias melhor filme, melhor ator (Bradley Cooper), melhor roteiro adaptado, melhor edição, melhor edição de som e melhor mixagem de som.



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vício inerenteAdaptação de livro homônimo de Thomas Pynchon, o longa conta a história do detetive particular Doc Sportello, que é contratado por uma ex-namorada para investigar o sumiço de um poderoso barão do mercado imobiliário. Esse desaparecimento é parte de uma conspiração maior, que envolve surfistas, traficantes, contrabandistas, policiais corruptos e a temível entidade conhecida como Presa Dourada.
Compre o livro aqui.

Vício inerente concorre nas categorias melhor roteiro adaptado e melhor figurino.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Teoria de tudoBaseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide e a descoberta de uma doença motora degenerativa,  quando ele tinha apenas 21 anos.
Compre o livro aqui.

A Teoria de Tudo concorre nas categorias melhor filme, melhor ator (Eddie Redmayne), melhor atriz (Felicity Jones), melhor roteiro adaptado e melhor trilha sonora.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O jogo da imitaçãoEsta biografia de Alan Turing acompanha sua ascensão no mundo da tecnologia, quando seus conhecimentos inestimáveis em matemática, lógica e ciência da computação contribuíram com as estratégias usadas pelos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. No entanto, este homem tinha diversos conflitos com sua própria homossexualidade, buscando soluções de cura, e vindo a cometer suicídio em 1954. Esta biografia é adaptada do livro "Alan Turing: The Enigma", escrito por Andrew Hodges. (Não encontrei nenhuma versão deste livro em português).

O jogo da imitação concorre nas categorias melhor filme, melhor diretor, melhor ator (Benedict Cumbertatch), melhor atriz coadjuvante (Keira Knightley), melhor roteiro adaptado, melhor edição, melhor design de produção e melhor trilha sonora.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Garota exemplarAmy Dunne desaparece no dia do seu aniversário de casamento, deixando o marido Nick em apuros. Ele começa a agir descontroladamente, abusando das mentiras, e se torna o suspeito número um da polícia. Com o apoio da sua irmã gêmea, Margo, Nick tenta provar a sua inocência e, ao mesmo tempo, procura descobrir o que aconteceu com Amy.
Compre o livro aqui.

Garota exemplar concorre na categoria melhor atriz (Rosamund Pike).
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Livre Após a morte de sua mãe, um divórcio e uma fase de autodestruição repleta de heroína, Cheryl Strayed decide mudar e investir em uma nova vida junto à natureza selvagem. Para tanto, ela se aventura em uma trilha de 1100 milhas pela costa do oceano Pacífico.
Compre o livro aqui.


Livre concorre nas categorias melhor atriz (Reese Witherspoon) e melhor atriz coadjuvante (Laura Dern).
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Invencível O drama retrata a história real do atleta olímpico Louis Zamperini, que sofre um acidente de avião e cai em pleno mar. Ele luta durante 47 dias para reencontrar a terra firme e quando consegue é capturado pelos japoneses em plena Segunda Guerra Mundial.
Compre o livro aqui.


Invencível concorre nas categorias melhor fotografia, melhor edição de som e melhor mixagem de som.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Boxtrolls - Animação no livro A gente é monstro. Ovo  é um garoto órfão, que desde bebê foi criado nos esgotos da cidade de Ponte Queijo pelos boxtrolls, amáveis criaturas que vivem do lixo deixado por humanos. Como os boxtrolls são caçados impiedosamente por Archibald Snatcher e sua gangue, eles apenas deixam o subterrâneo à noite e, ainda assim, de vez em quando um deles é capturado. Quando Peixe, o boxtrolls que criou Eggs, é pego, o garoto decide se aventurar pela cidade para resgatá-lo. É quando conhece Winnie, uma garota mimada que faz com que perceba que ele é, na verdade, um humano.
Compre o livro aqui.

Os Boxtrolls concorre na categoria melhor animação.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Hobbit -  batalha dos cinco exércitosApós ser expulso da montanha de Erebor, o dragão Smaug ataca com fúria a cidade dos homens que fica próxima ao local. Após muita destruição, Bard consegue derrotá-lo. Não demora muito para que a queda de Smaug se espalhe, atraindo os mais variados interessados nas riquezas que existem dentro de Erebor. Entretanto, Thorin está disposto a tudo para impedir a entrada de elfos, anões e orcs, ainda mais por ser tomado por uma obsessão crescente pela riqueza à sua volta. Paralelamente a estes eventos, Bilbo Bolseiro e Gandalf tentam impedir a guerra.
Compre o livro aqui.


O Hobbit concorre na categoria melhor mixagem de som.

12 livros para ler em 2015

domingo, 11 de janeiro de 2015

Já estamos quase no meio de janeiro, mas nunca é tarde para traçar metas de leitura hehe. Escolhi 12 porque dessa forma fica sendo como um para cada mês e os livros escolhidos foram os que eu tenho há algum tempo na estante e que quando comprei queria muito ler, mas por algum motivo acabei não lendo. Sem ordem definida, são eles:

Eu, Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída... 
O livro conta a história da então adolescente Christiane, que é alemã e se envolveu com drogas ainda na adolescência e para sustentar o vício passou a se prostituir. É uma história real e surgiu a partir de uma entrevista que a menina deu para dois jornalistas em 1978, quando respondia a um processo por tráfico e consumo de drogas. Foi relançado em 2014 com uma capa nova, mas a que eu tenho é a da foto.

Sinopse: A obra em questão originou-se do próprio interesse de Christiane F. em romper o silêncio e relatar seu depoimento aos jornalistas Kai Hermann e Horst Rieck sobre a questão dos tóxicos entre os adolescentes. O livro tem início com o texto do processo (Berlim, 1978) em que Christiane, colegial, menor de idade, é acusada de consumir, de maneira contínua, substâncias e misturas químicas proibidas por lei. Foi acusada também de ter-se entregado à prostituição, com o propósito de juntar dinheiro suficiente para comprar drogas. Após tudo isso, sua família se desestruturou; o pai ficou desempregado, a mãe pediu o divórcio, e o inferno instalou-se no seio da família. Christiane era surrada sempre e o lar, por ter-se transformado num ambiente hostil, fez com que ela procurasse as ruas. O livro intercala o depoimento de Christiane com o de sua mãe, de policiais que tiveram contato com a menina, e de psicólogos. 

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Três Metros acima do céu - Federico Moccia
Comprei a continuação (Sou louco por você) sem saber que era continuação =/ Então, tenho que ler esse antes, que eu já queria ler há um tempo mesmo e não sei porque ainda não fiz isso. Já foi lançado um filme baseado no livro inclusive. Só que a continuação foi lançada por outra editora e o padrão de capas é totalmente diferente, inclusive o tamanho =(


Sinopse: A paixão do mais improvável dos casais, Babi, uma patricinha de Roma, e Step, um motoqueiro bad boy, é a trama de Três Metros Acima do Céu. Para viver o primeiro amor com toda sua intensidade, os protagonistas tentam se modificar, enquanto enfrentam a oposição da família da menina, o estranhamento dos amigos, as dificuldades de acertar o próprio relacionamento e de amadurecer. Babi, a excelente aluna de boa família, assusta os pais ao deixar de obedecer cegamente às convenções que até então regulavam sua existência, enquanto Step se surpreende ao perceber que o amor vai obrigá-lo a abandonar velhos hábitos e tratar com respeito a namorada que se prepara para seguir uma carreira universitária, algo muito distante do que o destino reservou para o jovem delinqüente. Entre pegas de moto, festas que varam noites, tatuagens, brigas homéricas, provas desesperadas de afeto e uma tragédia que mudará para sempre suas vidas, Step e Babi vivem uma incrível história de amor, cheia de reviravoltas e sentimentos à flor da pele, aquele tipo de paixão que só pode ser vivida quando se tem dezessete anos e acredita-se que tudo ainda é possível.

---------------------------------------------------------------------------------------------------

A menina que não sabia ler - John Harding
Ganhei de aniversário há dois anos, ficou escondido na estante e acabei esquecendo.

Sinopse: 1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros - únicos companheiros e confidentes - antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?

---------------------------------------------------------------------------------------------------

As Ruínas - Scott Smith
Um dos primeiros livros que comprei quando comecei a ler e que estava no topo da lista de desejados. Acabaram vindo outros e esse ficando para trás. Quase não li resenha dele, não sei se é bom ou não, mas a premissa muito me interessa. Parece ser uma mistura de suspense e terror e há tempos não leio terror, está na hora hehe.

Sinopse: Aquelas pareciam ser as férias perfeitas. Sob o sol de Cáncun, quatro amigos resolvem aproveitar o recesso da universidade para descansar e viver algumas inofensivas na costa do México. O que eles não imaginavam é que aquele despretensioso se transformaria no pior pesadelo de suas vidas. Jeff, Amy, Eric e Stacy conhecem um turista alemão que os convence a participar de uma busca a seu irmão, Henrich, que desapareceu com a namorada depois que foi ao local visitar umas ruínas. Os jovens em breve se arrependerão de ter aceito o convite, quando perceberem que estão presos na selva e aterrorizados por sinais que indicam que eles foram levados em direção ao mal.


---------------------------------------------------------------------------------------------------

Antes tarde do que sempre - Bertoldo Gontijo
Comprei pela capa em uma promoção da editora Draco, em que os livros estavam com 50% de desconto. Sabe aquelas pessoas loucas que não podem ver promoção, capas bonitas e títulos interessantes e saem comprando sem nem ler a sinopse? Já fui assim, não sou mais haha. É bem curtinho e dá para ler em dia ou dois.

Sinopse: Seja por qual for o motivo: o sexo, as drogas ou o rock ´n´ roll, Aldo tem 30 e poucos anos, é um obcecado pelo seu passado cheio de vitalidade e vê em Júlia a oportunidade de revivê-lo, o que o leva a novos erros e a revelações inesperadas. Em seu apartamento no bairro da Aclimação em São Paulo, rodeado por seus adorados discos de vinil e guitarras, Aldo, um redator publicitário, fã de rock e músico frustrado, se recupera de um pequeno acidente sofrido em um show. De molho e em meio a uma crise de insônia, ele se dá conta de que está envelhecendo infeliz. Júlia, uma antiga colega de escola, linda e bem sucedida, reaparece por acaso (ou nem tanto) em sua vida, e traz com ela o frescor de bons momentos. E é a partir daí que a personalidade cômica e cativante desse anti-herói começa a mostrar contornos mais detalhados. Personagens e situações reais e divertidas da vida privada acabam por revelar os motivos da atual condição de Aldo. Impossível não se identificar com Aldo ou com Júlia. Mesmo que apenas no fim. Antes tarde do que nunca

---------------------------------------------------------------------------------------------------

O homem que comeu o 747 - Ben Sherwood
Encontrei esse livro zanzando em um site de troca, achei a sinopse curiosa e solicitei. É um livro um pouco mais antigo, com uma capa extremamente feia. Dei uma procurada e não encontrei mais para venda. O autor é o mesmo de Morte e Vida de Charlie St. Cloud e também é curtinho e acredito que dá para ler rápido.

Sinopse: É possível quantificar o amor? JJ Smith, guardião do livro dos recordes, que corre de um canto a outro do mundo medindo, pesando e verificando todas as tentativas que os seres humanos fazem de quebrar um recorde e ter a glória de ver seu feito incluído nas páginas do livro, se depara, em uma pequena cidade americana, com uma demonstração de amor inigualável. 
Wally, fazendeiro de superior, Nebraska, está um 747, aos poucos, dia após dia, para chamar a atenção de sua amada Willa. Será esse o maior amor do mundo? O amor capaz de entrar para o livro dos recordes? O homem que comeu o 747 é uma fábula moderna. Um romance inteligente e engraçado que propõe uma história de amor inusitada e comovente.


Estranha Perfeição - Abbi Glines

sábado, 3 de janeiro de 2015

Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 204
Compre aqui

Della Sloane não é uma garota comum. Ansiando se libertar do seu passado sombrio e traumático, ela planeja uma longa viagem de carro em busca de autoconhecimento e dos prazeres da vida real. Seu plano, no entanto, logo encontra um obstáculo: o automóvel fica sem gasolina em Rosemary, Flórida, uma cidadezinha praiana no meio do nada.
Neste cenário, ela conhece o jovem Woods Kerrington, muito disposta a ajudar uma menina bonita em apuros. O que ela não sabe é que Woods é o herdeiro do country club Kerrington e está de casamento marcado com Angelina Greystone, uma união arranjada que culminará na fusão de suas empresas, garantindo o futuro profissional do rapaz.
Uma noite despretensiosa parece a solução perfeita para Della e Woods fugirem por um tempo de tanta pressão. Do passado que ela gostaria de esquecer. Do futuro que ele tantas vezes tentou escapar.
Mas eles não poderiam prever que a atração os levaria a algo mais quando seus caminhos se reencontrassem. Agora precisam aceitar suas estranhezas para descobrirem a perfeição.


Este é o primeiro da série Perfeição, que se passa no mesmo universo da série Sem Limites. Para entender melhor, recomendo que o livro seja lido após Tentação sem limites, já que a história se passa logo após ele.

"Nem todo mundo vê você da forma como você mesma se vê. Às vezes, nossas imperfeições são o que nos tornam especiais. (Pág. 100)

Estranha Perfeição conta a história de Della Sloane e Woods Kerrington. Della teve uma vida complicada e quando se 'libertou' do passado decidiu partir sem rumo em busca de novos ares. Em uma parada na estrada, em um posto de gasolina, ela conhece Woods, que é o herdeiro de um clube de golfes, que é lindo e ainda ajuda com os problemas de colocar gasolina no carro.

Eles passam uma noite juntos e cada um segue seu caminho. Algum tempo depois, eles se reencontram e a atração continua, mas as coisas começam a ficar mais complicadas, já que Woods está noivo de outra mulher (não é spoiler, está na sinopse).

Este livro é bem parecido com os livros da série Sem Limites no quesito conheci, me apaixonei mas não posso ficar junto. Woods e Della vivem uma história de gato e rato e quando não é o noivado dele, são os problemas com o passado dela que atrapalham a história dos dois.

O meu grande problema com o livro continua sendo como as coisas acontecem rápido demais. Você conhece a pessoa, tem cinco minutos de conversa, passa a noite junto e já ama para o resto da vida é inverossímil demais para mim. Pode ser que aconteça? Pode. Mas acho muitas coisas que acontecem no meio da história toda exageradas demais.

Mas como eu citei nas resenhas dos outros livros da outra série que os personagens secundários tinham me atraído mais, foi um grande ponto positivo acompanhar a história do Woods, que apesar de ser lindo e rico, não é do tipo tão cafajeste e sabe como tratar Della. E seguindo na linha de personagens secundários, é muito bacana rever e acompanhar as histórias dos outros personagens também.

O livro é muito bem escrito e já disse outras vezes que a narrativa da Abbi Glines é bastante envolvente e apesar de algumas vezes querer dar um sacode nos personagens, sempre fico querendo saber o que vai acontecer em seguida. A narração é dividida entre Woods e Della, o que também é muito interessante porque dá para acompanhar os dois lados da história.

As partes hot não ficam de fora, claro, e se você gosta desse tipo de leitura, vai gostar bastante. Eu acho algumas coisas exageradas e desnecessárias, mas é questão de gosto pessoal.

O livro termina em uma parte que deixa muita curiosidade para saber o que vai acontecer no próximo.  Se você gosta da série Sem Limites, leia esse livro (que eu gostei mais) e se você não é muito fã, dê uma chance, já que neste o romance, a história e os problemas são mais reais.

*O livro tem uma playlist de músicas que são citadas ao longo da história e que você pode conferir no player abaixo.


*² Leia também as resenhas de Paixão sem limites e Tentação sem limites.