Confissões de uma banda 1 e 2 - Nina Malkin

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Autora: Nina Malkin
Editora: Galera Record
Páginas: 232
Compre aqui

Uma banda de rock em rápida ascensão ao topo das paradas. Quatro jovens que mal se conhecem, transformados em celebridades. Mas se tornar uma celebridade do dia para a noite não é nada fácil. A Gostosa, ou melhor, Wynn, é uma eterna insegura, apesar de rica e bonita. Ela não acredita ter talento para tocar bateria e tem dúvidas de que a banda possa realmente ser bem-sucedida. Kendall, mais conhecida como A Voz, canta como um anjinho, treinada em muitas missas dominicais. Ela é o retrato da garota perfeita, mas, quando calça botas de rockstar, seu lado diabólico não demora a aparecer. Stella, A Chefe, não é tão linha dura quanto seu apelido pode fazer parecer. Ela é inteligente, confiante e segura a onda da banda nos momentos mais difíceis. Tudo bem, ela é um pouquinho mandona, mas alguém tem que ser, né? Já A/B, o garoto da banda, é um gênio musical e toca guitarra como ninguém. É desligado, meio largado, e mesmo assim arranca suspiros de suas colegas de banda e de muitas fãs. Ele só tem um problema: não entende nada de meninas e, às vezes, fica completamente perdido no meio de tantas garotas! 


Um empresário resolve formar uma banda e recruta quatro adolescentes que nunca se viram na vida para formar uma banda. Completamente diferentes, eles ensaiam dia e noite para tocar alguns covers e veem a sorte mudar quando são chamados para substituir uma banda que faria a trilha sonora de um filme, mas a vocalista se acidentou. O clipe com a música do filme estoura nas paradas de sucesso e os integrantes da banda viram celebridades do dia para a noite.

O livro é narrado pelos quatro integrantes da banda: Kendal, a voz, que como o apelido já diz é a vocalista da banda. Gordinha para os padrões da indústria, ela acaba sendo um modelo para outras garotas como ela. Wynn, a baterista, é conhecida como a gostosa devido aos atributos físicos. Além disso, é rica e se esforça para ser vista como algo além do corpo. Stella é A chefe devido a ser mandona e intimidar todos do grupo. A/B é o guitarrista e único menino da banda.

As narrações são intercaladas pelos personagens e a história é contada através de relatos dos personagens para uma câmera. Mais ou menos como se fossem os extras de um dvd. O bacana é que exatamente no ponto em que um para a narração, chega o outro personagem para continuar a história, então está sempre intercalando e todos estão contando sua versão de um mesmo fato, o que é bacana de acompanhar.

São quatro adolescentes, então é claro que tem todos aqueles dramas de adolescentes, do tipo preocupação com corpo, paixonites, inveja e mais outros dramas exagerados. Por ser uma banda que acabou de entrar na indústria da música e ser lançada ao estrelato, também conta um pouco sobre toda essa competição nesse mundo, a pressão para se manter no topo e manter uma boa imagem, além dos bastidores.

O livro é divertido e a narrativa flui. Dá para ler rapidinho e fica como indicação de leitura mais rápida e sem pretensão. Os personagens estão deslumbrados com esse novo mundo e com a realização de um sonho, mas por serem jovens estão mais preocupados em curtir o momento e com relacionamentos, então não tem nenhuma grande reflexão, mas dá para se distrair e se divertir com as histórias. O fim é bastante aberto, então a dica é que seja lido com a continuação já em mãos. 

"É por isso que eu odeio estereótipos. Você não pode se encaixar em nenhum porque você nunca sabe se vai encontrar alguém que é o extremo oposto de você por fora, mas por dentro entende você perfeitamente", Pág. 35.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------


Confissões de uma banda - Alto, rápido e fora de controle

Páginas: 398

PODE CONTER SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO

O 6X acaba de lançar seu primeiro CD e está pronto para sair em turnê. A busca pelo estrelato começa com apresentações em pequenos lugares ao redor dos Estados Unidos, mas em pouco tempo o sucesso o leva para lugares incríveis como a Europa e o Japão. 

O segundo livro começa alguns meses após a situação onde termina o primeiro, mas com explicações em formato de reportagens sobre o que aconteceu até então.

Neste segundo volume o 6x acabou de lançar o primeiro CD e começa a fazer uma turnê por algumas cidades dos Estados Unidos, até que o disco estoura nas paradas fora do país e o sucesso se estende até países como Inglaterra e Japão e o grupo parte em uma turnê internacional.

Os personagens ainda continuam deslumbrados com todos os acontecimentos e grande parte dos problemas continuam relacionados a relacionamentos, continuar fazendo sucesso e serem aceitos. A gente sempre ouve falar que no mundo do showbiz há muito sexo, drogas e rock'n roll e tudo isto está presente neste livro, apesar de não ser este o foco.

A narrativa continua sendo feita pelos quatro personagens principais, integrantes da banda, o que é legal para acompanhar o que se passa na cabeça e na vida de cada um com o sucesso repentino. O bacana deste livro é que ele aborda outros problemas maiores e que a gente ouve falar. Os personagens se sentem pressionados com todo o sucesso e essa necessidade de sempre lançar algo novo para se manter nas paradas e cada um tem uma forma diferente de lidar com isso.

Problemas como bulimia, homossexualidade, inveja, competição e coisas negativas da fama são abordadas. Apesar de toda essa carga dramática, os personagens são jovens e ainda tem várias partes divertidas. O grande ponto negativo é que no fim tudo se resolveu muito rápido e parece que nem teve uma conclusão de fato para várias coisas. O caso de bulimia, por exemplo, que é uma coisa séria, foi super atropelado, além de outras questões.

De toda forma, é um livro rápido de ler e que garante algumas horas de entretenimento, mas não é o tipo de livro que traz uma super lição ou do tipo de ficar pensando na história horas após a leitura. Vale a leitura sem pretensão ou grandes expectativas.

Comentários via Facebook

9 comentários:

  1. Oi Glaucea, nunca tinha ouvido falar dos livros, nem visto as capas por aí. Apesar de ter gostado da proposta, acho que não leria nesse momento, por ser uma história que parece boa, mas sem nada muito especial. Deve ser interessante que o livro aborde temas tão atuais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gostei das resenhas Glaucea. Não conhecia os livros, mas confesso que não me interessei muito pelos títulos. Achei o enredo teen demais. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. lembro que comecei o primeiro livro e não terminei,talvez por que eu fiquei esperando algo parecido com nick e norah, mas juro que vou tentar de novo gostei da resenha.
    http://blogradioactive.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei as resenhas. Não é meu tipo de livro favorito, mas como proporciona leituras rápidas e boas, acho que conferiria entre livros mais densos.
    Dicas anotadas.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Adorei as resenhas. Mas eu nunca tinha visto falar sobre esses livros, juro UAHSUAHS Muitos livros, não consigo lembrar de todos. Me pareceram bem interessantes, gostaria de ler um dia, quem sabe.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    http://thisadorablething.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Glau
    Nunca tinha visto nada a respeito das obras, mas gostei bastante de conhecer. A premissa é bastante interessante, mesmo se tratando de uma história mais superficial, sem grandes reflexões. Acredito que adoraria lê-los durante as férias de verão.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  7. Glaucea, adorei a resenha dupla. Confesso que não conhecia os livros, talvez pela temática, pois esporadicamente leio livros do tipo. Mas é sempre bom ter no banco de dados indicações como esta... há momentos em que a mente só pede descanso e uma leitura descontraída. Adorei!

    Abraços,
    http://universoliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Eu sempre tive curiosidade de ler esses livros, porque eu tinha banda e tal, mas no momento eu procuro algo mais profundo, como você disse em ambas as resenhas, o livro não é algo assim profundo, para parar pra pensar, refletir e eu to procurando coisas mais maduras. Ainda assim, não tirei eles da minha lista, porque achei interessante e queria ler pelo menos o primeiro.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  9. Oinnn, eu nunca tinha ouvido falar no primeiro, muito menos no segundo e o pior é que é o tipo de leitura que eu adoro para passar o tempo... Acho que as publicações não foram muito divulgadas não é, que pena. Anotei as dicas viu, obrigada.

    Beijo, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir