Primeiras impressões: A playlist de Hayden - Michelle Falkoff

quinta-feira, 26 de março de 2015

Autora: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288


Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente.


Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.







* Recebi os primeiros oito capítulo do livro A playlist de Hayden e vou contar as primeiras impressões que tive do livro. Funcionando mais ou menos como o "Li té a página 100 e,...", onde a gente conta o que está achando da leitura.

Isto é o que Sam sabe:
- Houve uma festa. 
- Houve uma briga.
- Na manhã seguinte, o melhor amigo de Sam, Hayden, estava morto.
- Tudo o que ele deixou para Sam foi uma playlist - e um bilhete.

O que Sam não sabe é:
- Por quê?

Sam e Hayden eram melhores amigos e o livro começa com Sam encontrando o amigo morto. Junto ao corpo, Hayden deixou um pen drive com diversas músicas e um bilhete dizendo para Sam ouvir e que dessa forma ele entenderia o que aconteceu.

Para tentar entender o motivo que levou Hayden a se suicidar, Sam começa a ouvir as músicas, além de tentar se lembrar o que houve na noite do fatídico dia.

O livro é narrado pelo Sam e esse é um ponto positivo, já que como ele não se lembra do que houve e tenta desvendar os mistérios, acabamos envolvidos nessa procura pela verdade e curiosos para descobrir o que de fato aconteceu e o que levou Hayden a tomar essa decisão.

Em alguns momentos, Sam lembra de situações que aconteceram no passado, quando ainda estava com o amigo, e isso nos permite conhecer um pouco da personalidade de Hayden. O garoto é descrito como alguém solitário, nerd e que sofria bullying na escola e dentro de casa pelo irmão.

Ao longo dos capítulos surgem outros personagens que aumentam o suspense sobre a vida de Hayden, já que o que Sam pensou que ele fosse parece não ser exatamente o que ele era e anônimos parecem ter as respostas que Sam procura.

Além de todo esse suspense, a música também está bastante presente, claro. Cada capítulo começa com uma música e Sam precisa fazer as ligações entre a música e a vida de Hayden para tentar ligar as pontas, já que o amigo não deixou nenhum bilhete explicativo.

O livro mistura várias emoções e sentimentos, como amizade, a dor de perder alguém próximo e querido e traz ainda o mistério que envolve a morte de Hayden, além de falar de temas atuais, como o bullying e fazer diversas referências ao universo geek.

O que aconteceu na noite do suicidio? O que levou o adolescente a se matar? Houve um culpado? O que as músicas querem dizer e quem são as pessoas que parecem conhecer Hayden melhor do que seu único e melhor amigo? Essas são perguntas que ficam na nossa cabeça durante a leitura e que nos envolvem na história. 

A resposta ainda não descobri, mas os primeiros capítulos me deixaram curiosa o suficiente para aguardar ansiosamente o lançamento do livro, que está previsto para o dia 6 de abril. No hotsite do livro é possível ouvir toda a playlist, além de conhecer outras informações sobre o livro. Acesse.

A playlist de Haven já está em pré-venda e você pode comparar preços e comprar aqui.

"Muitas pessoas querem ser invisíveis. Talvez elas até pensem que podem fingir que são. Mas sempre alguém as vê". Pág. 44.

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. Oi Glaucea!
    Tô curiosa pra ler esse livro também! Espero ler em breve :)

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu também li os primeiros capítulos e estou doida pra continuar a ler o livro. Todo esse mistério que ronda o livro me deixou super presa as páginas, e a playlist até o oitavo capítulo está incrível!

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lembro que da primeira vez que entrei aqui a descrição lá em cima tava como "quase jornalista e publicitária" e agora tá "jornalista e publicitária". Parabéns!

    Fiquei beeem curioso, pois o enredo parece diferente do que já vi antes, mas sempre fico com um pé atrás com os lançamentos da Novo Conceito, pois nunca curti muito os livros que ela lança. Mas enfim, se você acabar resenhando o livro no futuro, volto aqui pra saber se é bom ou não.

    Um abraço,
    Elder F.
    oepitafio.blogspot.com

    ResponderExcluir